Relatórios

China as a Military Power: Strategic Vision and Global Action

Na sua 14º reunião, o Grupo de Análise sobre China promoveu discussões perspicazes sobre os objetivos e prioridades da estratégia de segurança e defesa chinesa, considerando suas implicações regionais e globais e as oportunidades de cooperação com a América Latina e o Brasil. Contra o pano de fundo da rivalidade geopolítica China-EUA, a política externa mais assertiva da China sob Xi Jinping tem sido freqüentemente vista como uma ameaça por outras nações. No entanto, uma das principais mensagens veiculadas pelos documentos e narrativas oficiais chineses é a natureza pacífica da ascensão militar da China, baseada em uma modernização defensiva de suas forças armadas - embora um tom menos conciliador seja adotado em relação aos interesses centrais chineses, especialmente no que diz respeito integridade territorial.

Os palestrantes da reunião foram o Pesquisador Sênior do Centro China e Globalização (CCG), Andy Mok; o Adido do Exército Brasileiro à República Popular da China para intercâmbio bilateral sobre assuntos militares, Col. Durval Durães Neto; e o Conselheiro Emérito do CEBRI, Marcos Azambuja. O evento teve como comentaristas a professora do Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio, Monica Herz, e o Chefe do Estado-Maior da 6ª Divisão do Exército Brasileiro, o Col. Rafael Almeida. A Senior Fellow do CEBRI, Tatiana Rosito, coordenou a reunião.

Compartilhe

Na sua 14º reunião, o Grupo de Análise sobre China promoveu discussões perspicazes sobre os objetivos e prioridades da estratégia de segurança e defesa chinesa, considerando suas implicações regionais e globais e as oportunidades de cooperação com a América Latina e o Brasil. Contra o pano de fundo da rivalidade geopolítica China-EUA, a política externa mais assertiva da China sob Xi Jinping tem sido freqüentemente vista como uma ameaça por outras nações. No entanto, uma das principais mensagens veiculadas pelos documentos e narrativas oficiais chineses é a natureza pacífica da ascensão militar da China, baseada em uma modernização defensiva de suas forças armadas - embora um tom menos conciliador seja adotado em relação aos interesses centrais chineses, especialmente no que diz respeito integridade territorial.

Os palestrantes da reunião foram o Pesquisador Sênior do Centro China e Globalização (CCG), Andy Mok; o Adido do Exército Brasileiro à República Popular da China para intercâmbio bilateral sobre assuntos militares, Col. Durval Durães Neto; e o Conselheiro Emérito do CEBRI, Marcos Azambuja. O evento teve como comentaristas a professora do Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio, Monica Herz, e o Chefe do Estado-Maior da 6ª Divisão do Exército Brasileiro, o Col. Rafael Almeida. A Senior Fellow do CEBRI, Tatiana Rosito, coordenou a reunião.

Participaram dessa publicação

Marcos Azambuja
Conselheiro Emérito

Secretário-Geral do Ministério das Relações Exteriores (1990-1992)

Monica Herz
Senior Fellow

Professora associada do Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio

Tatiana Rosito
Senior Fellow

Consultora Sênior do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD)

Andy Mok
Sênior Fellow do Center for China and Globalization (CCG)

Coronel Durval Durães Neto
Adido do Exército Brasileiro na China para intercâmbio bilateral sobre assuntos militares

Coronel Rafael Almeida
Chefe do Estado-Maior da 6ª Divisão do Exército Brasileiro

Gabriel de Barros Torres
Analista Internacional

EVENTO DA PUBLICAÇÃO

MAIS DO NÚCLEO

TEMAS RELACIONADOS