Version EnglishENGLISH VERSION

O Desenvolvimento de um Ambiente Favorável no Brasil à Atração de IED

01/12/2005

Imagem do palestrante

Denise Gregory

Diretora, CEBRI

Imagem do palestrante

Maria Fatima Berardinelli Arraes de Oliveira

Mestre em Direito Internacional e da Integração Econômica, UERJ

O Brasil tem um forte histórico como receptor de Investimentos Estrangeiros Diretos (IED). Em 2000, os fluxos de IED para o País atingiram o recorde de US$ 32,8 (trinta e dois, oito) bilhões, atraídos, principalmente, pelo ambiente macroeconômico estável, e pelas políticas de desregulamentação e de privatização, então implementadas. No entanto, esse fluxo não se manteve de forma sustentada, reduzindo-se drasticamente em função de turbulências no cenário internacional e de instabilidades causadas pela transição política, em 2002. Somente em 2004 os ingressos de IED voltaram a apresentar sinais de recuperação com o registro de US$ 18,2 bilhões.



Centro Brasileiro de Relações Internacionais