Version EnglishENGLISH VERSION

Ranking Internacional aponta o CEBRI entre os 10 principais centros de estudos da América Latina

06/02/2009

O projeto Global Go To Think Tanks - The Leading Public Policy Research Organizations in the World foi conduzido pelas Universidades da Pennsylvania e de Villanova, com apoio das Universidades de Harvard e de Oxford.

O projeto Global Go To Think Tanks - The Leading Public Policy Research Organizations in the World foi conduzido pelas Universidades da Pennsylvania e de Villanova, com apoio das Universidades de Harvard e de Oxford.

O resultado da pesquisa, que englobou 5.465 organizações nos 5 continentes, foi publicado na tradicional revista de análise sobre temas internacionais Foreign Policy. Entre os 10 principais institutos da América Latina, das 538 organizações cadastradas na região, estão o Centro Brasileiro de Relações Internacionais (CEBRI) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O diretor do projeto, James G. McGann, destacou que o relatório tem como objetivo atender às crescentes demandas de jornalistas, acadêmicos e representantes de Governo por uma relação dos principais centros de pesquisa em um determinado país ou região. Indicou que os critérios estabelecidos para a seleção dos centros foram: a habilidade de contar com a participação de prestigiosos profissionais, acadêmicos e analistas; o relacionamento com rede de especialistas em políticas públicas e dos meios de comunicação; o nível organizacional (dotação, conselhos, doações, parcerias institucionais, públicas e privadas); e a capacidade de produzir conhecimento, por meio da reflexão, debate e publicações sobre temas de política externa.
 
O ranking mundial é liderado pela Chatham House e seguido pelo International Institute for Strategic Studies, ambos no Reino Unido. Em terceiro lugar se encontra o Stockholm International Peace Research Institutes, na Suécia; em quarto lugar o Overseas Development Institute, no Reino Unido; e em quinto o Centre for European Policy Studies, na Bélgica.



Centro Brasileiro de Relações Internacionais